ZELOI MARTINS DOS SANTOS

Livro:

SANTOS, Z. A. M. Visconde de Guarapuava: personagem na História do Paraná: Trajetória de um homem do século XIX. Guarapuava: UNICENTRO, 2008, v.01. p. 228.

O livro Visconde de Guarapuava: personagem na história do Paraná: trajetória de um homem do século XIX, apresenta características singulares, dentre as mais recentes contribuições a História do Paraná. A autora, ao tomar como objeto de estudo um personagem da história, trato-o simultaneamente como pessoa e indivíduo. Remete-o ao espaço público, palco das interações sociais e apresenta os aspectos particulares de sua trajetória no espaço privado. Utiliza como referencia as comemorações do centenário de Antonio de Sá e Camargo, personagem do século XIX e a leitura idealizada dos memorialistas do século XX.

A partir de então, insere o personagem na dimensão histórica da ocupação dos sertões de Guarapuava. Para tal, trabalha com fontes históricas primárias e secundárias, documentos, mapas, fotos, genealogias, brasões e entrevistas. Percorre arquivos, tabelionato, cartórios, registros paroquiais, bibliotecas, residências, fazendas, tentando garimpar a relação entre o público e privado, o local o regional e o nacional em Antonio de Sá e Camargo.

Emprega nesta busca a metodologia desenvolvida pelos historiadores da Micro-História. Discute as diversas interpretações do personagem, o seu lugar na memória e a construção do modelo, ainda no presente comemorado. Ao situar o personagem no cenário paranaense, evidência as faces do poder, do prestígio, do político, do econômico. No palco do cotidiano apresenta as práticas culturais, as transformações e permanências da sociedade local. Assim como, as relações de parentesco e compadrio; o drama; e as aspirações do futuro Visconde de Guarapuava.

Leitura agradável com uma linguagem científica literária, Zeloi Martins dos Santos encaminha para uma viagem ao universo do século XIX, nos sertões de Guarapuava, capitaneado por Antonio de Sá e Camargo. Simultaneamente nos conta como homens concretos, em sociedades específicas e locais determinados, viveram e dinamizaram a cultura, construindo a História.

 

TRABALHOS PUBLICADOS

2007: SANTOS, Z. A. M. História e literatura: uma relação possível. In: Revista Científica/FAP.Curitiba: v.2, p.171 – 189, 2007. Disponivel em :http://www.fap.pr.gov.br/arquivos/File/RevistaCientifica2/zeloidossantos.pdf.Acesso em: 20/07/2015.

Resumo: O artigo discute a intermediação entre História e Literatura buscando evidenciar onde as relações da história com a literatura se estreitam. Essas ligações já vêm sendo discutidas, principalmente na questão da narrativa histórica e sua analogia com os gêneros literários. Pois a narrativa histórica revitaliza-se, e sua aproximação com as técnicas literárias revolucionam as formas acadêmicas convencionais.

Palavras-chaves: História, literatura, intermediação.

 

2010: SANTOS, Z. A. M., CAMARGO, M. H. .Um estudo da abordagem da pesquisa em artes In: V Simpósio Nacional de História Cultural. Brasília 50 anos: Ler e ver paisagens subjetivas e paisagens sociais, 2010, Brasília. Anais…, 2010, Brasília: p.1 – 15.

Resumo: O objetivo do trabalho é fomentar a discussão e a reflexão sobre as formas de produção e propagação das abordagens de pesquisa na área de arte. Em consonância com a expansão desse campo de reflexão, a proposta intenta tornar-se um lócus interdisciplinar de debate em torno dos conceitos e metodologias de pesquisa sobre temas afins, tais como: música, teatro, artes visuais, dança, cinema, identidades, multiculturalismo, memória, história. Compreende-se que a pesquisa na área de artes, ainda que lance mão de procedimentos metodológicos diferenciados dos utilizados pela pesquisa científica, também produz conhecimentos. Os fenômenos artísticos, enquanto objeto de pesquisa, permitem uma análise que privilegia a historicidade e tradição cultural do fenômeno analisado.

Palavras-chaves: Pesquisa em arte. Pesquisa sobre arte. História e arte.

 

2011: ONUKI, G. M., SANTOS, Z. A. M. A iniciação científica e o desenvolvimento da pesquisa em artes da Faculdade de Artes do Paraná In: 6º Seminário de Pesquisa em Artes da Faculdade de Artes do Paraná, 2011, Curitiba. Anais…, Curitiba: FAP, 2011, p. 64 – 71.

Resumo: A Faculdade de Artes do Paraná (FAP) visa promover o Ensino, a Pesquisa e a Extensão na área de Artes, Educação e Ciências, habilitando ao exercício profissional artistas, arte-educadores e musicoterapeutas. Este trabalho objetiva traçar um panorama do Programa de Iniciação Científica (PIC), em vigor desde 2007, e o desenvolvimento da pesquisa em Artes da FAP.

Palavras-chave: Pesquisa; Iniciação Científica; Faculdade de Artes do Paraná.

 

2012: SANTOS, Z. A. M. Inventário do Acervo Histórico da Faculdade de Artes do Paraná: conservatório estadual de canto orfeônico do Paraná (1956-1966) In: 7º Seminário de Pesquisa em Artes da Faculdade de Artes do Paraná, 2012, Curitiba. Anais…, Curitiba: FAP, 2012, p.15 – 19.

Resumo: O trabalho de pesquisa tem como objetivo selecionar, catalogar e analisar a documentação referente ao conservatório Estadual de Canto Orfeônico do Paraná que se encontra guardado na Faculdade de Artes do Paraná (FAP). Trata-se de uma pesquisa histórica, que busca contribuir para um melhor conhecimento da atuação da instituição, que é considerada um dos marcos do ensino da Música no Paraná entre a primeira e segunda metade do século XX, cuja característica era formar professores de música para atuar no ensino fundamental e médio do sistema educacional do estado. A pesquisa sobre a história das Artes no Paraná é elementar. A maioria entre os poucos trabalhos desenvolvidos neste campo são de tendências enciclopédicas, cronológicas ou biográficas. Ainda são raros por aqui os estudos que abordam as instituições de ensino voltadas para a preparação de artistas ou professores de Arte, principalmente na área da Música.

Palavras-chave: Patrimônio; Canto Orfeônico; História do Paraná; interdisciplinaridade.

 

2012: SANTOS, Z. A. M. Inventário do Acervo Histórico da Faculdade de Artes do Paraná: conservatório estadual de canto orfeônico do Paraná (1956-1966) In: XII Encontro Estadual de História: a Escrita da História, ANPUH, 2012, Londrina. Anais…, Londrina: UEL, 2012, p. 643-650.

Resumo: O presente trabalho constitui parte integrante de uma pesquisa docente em andamento cuja pretensão é de selecionar, catalogar e analisar a documentação referente a criação do Conservatório Estadual de Canto Orfeônico do Paraná (1956-1966). Nosso interesse é compreender o momento histórico de valorização da música no ambiente educacional, evidenciando os períodos de divulgação do Projeto Nacional do Canto Orfeônico, defendido pelo Maestro Heitor Villa-Lobos e sua efetivação oficial por legislação em 1932.

Palavras-chave: Patrimônio; Canto Orfeônico; História do Paraná; interdisciplinaridade.

 

2012: SANTOS, Z. A. M.; GRAÇA, R. O. Inventário do acervo histórico da Faculdade de artes do Paraná: conservatório estadual de canto orfeônico do Paraná (1956-1966) In: Simpósio Nacional de História: conhecimento histórico e diálogo social. 27. 2013. Natal. Anais…, Natal: UFRN, 2013. p. 1-14. ISBN 978-85-98711-11-9. Disponível em:<http://www.snh2013.anpuh.org/>. Acesso em: 24/07/2015.

Resumo: O trabalho constitui parte integrante de uma pesquisa docente em andamento cuja pretensão é de selecionar, catalogar e analisar o acervo documental da Faculdade de Artes do Paraná – FAP. Tal inventário tem por objetivo reunir, por meio de registro, identificação e classificação, os objetos, documentos, fotografias, encontrados no Campus Curitiba II – Faculdade de Artes do Paraná – UNESPAR, que se relacionam às instituições e as personalidades que fizeram parte da história da instituição. No começo do ano letivo de 2011, um grupo de professores e funcionários da FAP iniciou um inventário dos documentos históricos pertencentes às instituições das quais a Faculdade descende [a Academia de Música do Paraná (1931-1966), o Conservatório Estadual de Canto Orfeônico do Paraná (1956-1966) e a Faculdade de Educação Musical do Paraná (1967-1991)] e referentes a algumas personalidades de significância para aquelas instituições, como Antônio Melillo (1900? -1966) e Clotilde Espínola Leinig (1914-2009). Entretanto, ele visa não apenas a identificação dos documentos de interesse, mas a busca de sentidos latentes, uma ordenação histórica destes e um entendimento maior do papel que a instituição teve no contexto do ensino de música no estado do Paraná.

O interesse para a realização deste estudo emergiu da comunidade, do grupo de pessoas que está diretamente envolvido com a manutenção dos objetos e documentos. Como conseqüência nesse estudo, os pesquisadores, integrantes da comunidade, apesar de seus conhecimentos específicos, atuam mais como aglutinadores e ordenadores de informações. Além disso, alguns dos objetos selecionados são encontrados em uso, estão em exposição ou vêm sendo preservados há anos por membros da comunidade. Diferente dos objetos que estão em exposição nos museus, os objetos-foco desse estudo ainda estão imbuídos da emoção e memória daqueles que os guardam, pois, apesar de serem institucionais, eles fazem parte da memória profissional daqueles que de alguma forma buscam sua preservação.

Cabe lembrar que se o trabalho de preservação de acervos de instituições de ensino muitas vezes conta favoravelmente com o apoio e memória afetiva de uma comunidade próxima, ele é, por outro lado, diretamente afetado pelos problemas existenciais das instituições, principalmente se elas são instituições públicas de ensino. O desejo comunitário de resgatar a memória e história da Faculdade de Artes do Paraná, só se estabeleceu anos após a instituição conseguir se estabelecer num grupo, e um espaço físico capaz de acolher a maioria das necessidades básicas do ensino superior em Artes.

O estudo se caracteriza numa pesquisa histórica, que busca contribuir para um melhor conhecimento da atuação da instituição, que consideramos um dos marcos do ensino das linguagens artística no Paraná.

Palavras-chave:Patrimônio; História do Paraná; Inventário de acervo histórico; Faculdade de Artes do Paraná; Academia de Música do Paraná; Conservatório de Canto Orfeônico do Paraná; Faculdade de Educação Musical do Paraná.

 

2013: SANTOS, Z. A. M.O acervo histórico da Faculdade de Artes do Paraná: conservatório estadual de canto orfeônico do Paraná (1956-1966). In: Congresso internacional de História: democracia e autoritarismo no mundo contemporâneo, 6., 2013, Maringá. Anais…, Maringá: Editora da UEM, 2013. p.1-10. ISSN 2175-4446. Disponível em:< http://www.cih.uem.br/>. Acesso em: 24/07/2015.

Resumo: O presente trabalho constitui parte integrante de uma pesquisa docente em andamento cuja pretensão é de selecionar, catalogar e analisar a documentação referente a acervo de documentos da Faculdade de Artes do Paraná. Apresenta os primeiros resultados do levantamento do acervo histórico da Faculdade de Artes do Paraná (FAP) que vem sendo desenvolvido com o intuito de tornar acessível a pesquisa os documentos referentes a Academia de Música do Paraná, ao Conservatório de Canto Orfeônico do Paraná e a Faculdade de Educação Musical do Paraná, instituições das quais a FAP deriva.

Palavras-chave:Patrimônio; História do Paraná; Inventário de acervo histórico; Faculdade de Artes do Paraná; Academia de Música do Paraná; Conservatório de Canto Orfeônico do Paraná; Faculdade de Educação Musical do Paraná.

 

2015: SANTOS, Z. A. M. Desafios da escrita da História: os personagens na implantação do conservatório estadual de canto orfeônico do Paraná. In: Travessias. UNIOESTE: Vol. 7, Nº 2, p. 161-169. Disponível em:

<http://-revista.unioeste.br/index.php/travessias/issue/view/557/showToc>.Acesso em: 24/07/2015.

Resumo: A pesquisa a respeito do Conservatório Estadual de Canto Orfeônico do Paraná contribuirá para o desenvolvimento do projeto Institucional do inventário do acervo histórico da FAP. Entretanto, ele visa não apenas a identificação dos documentos de interesse, mas a busca de sentidos latentes, uma ordenação histórica destes e um entendimento maior do papel que aquela instituição teve no contexto do ensino de música no estado do Paraná no século XX.

Palavras-chave: Patrimônio; memória; Canto Orfeônico; História do Paraná;