Ana Johann

 

LIVRO

2015 – A CONSTRUÇÃO DO POÉTICO NO ROTEIRO CINEMATOGRÁFICO

www.capicua.com.br

Resumo: Um roteiro é um documento de partida, que abriga objetos, coisas, pedaços de vida e, principalmente , o olhar de quem os criou. Depois de mais de um século de cinema, estudos sobre o processo de roteirização nos abastecem diante de estruturas e estratégias de dramaturgia. Mas, como pensar o poético e o sensível a partir da construção do roteiro cinematográfico? Este é um trajeto sinuoso de entradas, encontros, pontos de vista sobre pássaros, cavalos e também Amor.

 

Artigos

2014 – ROTEIRO NO DOCUMENTÁRIO CONTEMPORÂNEO: DISPOSITIVO QUE ACIONA A ‘REALIDADE’

http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/tematica/article/view/20524

Resumo: A trajetória do documentário seguiu seu curso sem pensar no roteiro, enquanto a ficção foi buscando suas especificidades e linguagem, seja em movimentos ou gêneros. Neste artigo iremos passear por estas trajetórias para pensar o roteiro no documentário contemporâneo. Muitas ainda se perguntam se é possível fazer um roteiro de documentário senão prevemos o que acontecerá em cena?

 

2013 – O ROTEIRO CINEMATOGRÁFICO: UM SER EM SIMBIOSE

https://autoescolabrisa.files.wordpress.com/2014/04/o-roteiro-cinematogrc3a1fico_-um-ser-em-simbiose-2.pdf

Resumo: Este estudo surge de uma inquietação ao perceber que os estudos sobre a linguagem cinematográfica tendem à voltar-se para o filme finalizado, como se os elementos da linguagem e invenção sempre nascessem da direção cinematográfica, do olhar da câmera em si e no filme pronto. Dai a dificuldade de encontrar uma possível arqueologia da estrutura narrativa, já que os livros de roteiro inclinam-se em grande parte para o ofício (a história) e não para pensar a estética e invenção que nascem ainda no roteiro.